Aquidabã FM 104,9
Publicidade
Publicidade
AQUIDABÃ/SE
Min.
Máx.
Falta de profissionais prejudica funcionamento das carretas da saúde
30/01/2020

As carretas da saúde do homem e da mulher, compradas pelo Governo do Estado para realização de exames e diagnóstico de câncer, ainda não estão circulando plenamente por todo. A situação foi denunciada pela ONG Mulheres de Peito, mas segundo a Secretaria de Estado da Saúde, a falta de profissionais é que está interferindo na oferta do serviço itinerante.

A situação mais grave é a da Carreta da Mulher, que segundo a ONG Mulheres de Peito, está parada no Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (Caism), em Aracaju, quando deveria circular pelo interior. “A carreta está no Caism, atendendo a aproximadamente 150 mulheres pro dia, que necessitam de exames como mamografia, ultrassonografia e exames ginecológicos. O problema é que a carreta não foi feita para ficar parada. Ela foi criada para ser itinerante e atuar na prevenção do câncer e no rastreamento, ou seja, fazendo exames para diagnóstico do câncer e encaminhamento de pacientes ao tratamento”, explica Sheyla Galba, presidente da ONG Mulheres de Peito.

O diferencial da carreta, segundo Sheyla Galba, é a possibilidade de atuar de maneira itinerante, circulando por diversos municípios e atendendo mulheres carentes. “A função da carreta é atender mulheres que não têm condições financeiras ou psicológicas de fazer o exame. Mulheres que os maridos não deixam ser examinadas, mulheres que tem medo de fazer o exame porque é dolorido, mulheres que nem sequer têm dinheiro para os exames”, destaca.

 

SES

A SES justificou que a circulação das carretas pelo interior do Estado está prejudicada porque ainda não há profissionais em número suficiente para a atividade. A SES disse também que abriu o credenciamento em março de 2019, mas que infelizmente, houve pouco interesse por parte dos profissionais da saúde.

Por causa da situação, a SES explicou que atualizou as diárias das especialidades médicas do edital de credenciamento, mudando a forma de pagamento – que era hora fechada – para hora trabalhada e aumentando este valor. Com a mudança, a expectativa é atrair os profissionais e promover o funcionamento pleno das Unidades Móveis de Saúde do Homem e da Mulher

O credenciamento, segundo a SES, continua aberto e oferta vagas para as especialidades médicas de Cardiologia, Clínica Geral, Urologia, Ginecologia, Mastologia e Radiologia – além de enfermeiro(a), técnico(a) em enfermagem, técnico(a) em laboratório, técnico(a) em radiologia e digitador(a) de laudo.

Fonte: Infonet.com.br
Manhã Sertaneja
05:00 as 07:20
Publicidade
Peça a sua música!
Envie seu Pedido Musical preenchendo todos os dados abaixo:
Atendimento
AV. PARAGUAI SN - AQUIDABÃ/SE
Ligue agora
(79) 9938-5315
Horário de atendimento
08:00 AS 18:00 HS